domingo, 18 de janeiro de 2015

96 years old by Eskil Hesselroth

Céu límpido, Sol radiante.
A aragem move folhas e um sino eólico.
Há um suave aroma de sândalo  derramado no ar.
Ouço música indiana tradicional, sitar e tabla.

Sinto-me em Paz.
Sem euforias, ou comoções, sem ansiedades ou medos,
envolvido por esse sentimento de quietude.

Sinto-me, subitamente, com noventa e seis anos
e lamento não ter um vidro com cápsulas de Seconal.

Nenhum comentário:

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...