sexta-feira, 1 de novembro de 2013

imagem editada de Christian Hopkins

tarde morna
brisa morna
água morna
banheira de louça
sabonete de ervas

o banho transborda pelo piso de pastilhas coloridas, avança após a porta, ganha o corredor, a escada, a sala, o pátio

a casa banhada
a casa lavada
perfumada por ervas
capim cheiroso
madressilva
flor do campo
flor de laranjeira
limão

frescor de banho na tarde morna

o sol oblíquo faz dormir na banheira o corpo que eu amo

MP
15/11/1993.

Nenhum comentário:

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...