segunda-feira, 30 de setembro de 2013



Nada pode ser feito. Nada.
Quanto ao fruto. De sua pele, de sua carne, de sua semente.
Nada pode ser feito quanto à salvação do fruto. Sua integridade.
O fruto estará inevitavelmente perdido quando a seiva que corre silenciosa no interior da árvore estiver envenenada da raiz ao gomo apical, seu rebento.


MP

Nenhum comentário:

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...