quarta-feira, 25 de setembro de 2013

“As Três Parcas”, Vieira Lusitano (1699-1783)


Enquanto isso...

As Moiras tecem, tecem, tecem...
Indiferentes, fiam.
No fundo da gruta, seus bordados brilham.
Átropos, a Velha, empunha, firme, a tesoura.

MP

Nenhum comentário:

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...