Tudo é tão MUITO e tão SEMPRE.
Algumas vezes fico exausto de existir há TANTO.


MP
21/06/2011

Comentários