quarta-feira, 29 de junho de 2011



Isso não é um jogo de esconde- esconde.
Eu esperaria por você todos os dias se soubesse que viria.
Acaso houvesse alguma certeza.
Nada é certo além dos vazios que me envolvem.
Sem lágrimas, sem sorrisos, sem soluços ou amarguras.
Não há sentimento que não seja a falta.
A falta que não é saudade.


Tudo que quero e não posso ter está na sua permanente ausência doendo em minha carne arrancada dos meus ossos...

MP
06/04/2011

Nenhum comentário:

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...