"O que for a profundeza do teu Ser, assim será o teu Desejo.
O que for o teu Desejo, assim será a tua Vontade.
O que for a tua Vontade, assim serão teus Atos.
O que forem teus Atos, assim será o teu Destino."

Brihadaranyaka Upanishad IV, 4.5

Comentários