quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Exéquias


Entrou na terra
enquanto os outros saiam,
fantasmas bailam

ouço...
ouço vozes vindas de longe
ouço gritos vindos de perto

eles vêm e vão,
os fantasmas
não descansam na Paz

os mortos não carregam seus mortos
porque os vivos
não deixam

meus pensamentos
vagam na sombra
entre os fogos-fátuos

sob meus pés,
as criptas estão abertas
e vacilo no vácuo

as garras do destino me sustêm
ouço...
não é hora de bailar.
Murilo Pagani

domingo, 10 de janeiro de 2010

Traduzir-se

"Uma parte de mim é todo mundo
outra parte é ninguém, fundo sem fundo.

Uma parte de mim é multidão
outra parte estranheza e solidão.

Uma parte de mim pesa e pondera
outra parte delira.

Uma parte de mim almoça e janta
outra parte se espanta.

Uma parte de mim é permanente
outra parte se sabe de repente.

Uma parte de mim é só vertigem
outra parte é linguagem.

Traduzir uma parte na outra parte
que é uma questão de vida ou morte
será arte?"


Ferreira Gullar
São Luís, 10 de setembro de 1930

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010


"O que for a profundeza do teu Ser, assim será o teu Desejo.
O que for o teu Desejo, assim será a tua Vontade.
O que for a tua Vontade, assim serão teus Atos.
O que forem teus Atos, assim será o teu Destino."

Brihadaranyaka Upanishad IV, 4.5
"Porque todo o silêncio é bordado de murmúrios..."











Não tenho certeza.
Penso que a frase é de Autran Dourado em "O Risco do Bordado".
Os desenhos são herança de família.
Antigos riscos de bordado.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Nada como um trabalho bem feito para inspirar o início do ano!
Detalhes, reparem nos detalhes.

Alma


[Full Screen recomendado]
Escrito e dirigido por Rodrigo Blaas

Adoração dos Magos, de Bartolomé Esteban Murillo

Os Magos do Oriente

E, Tendo nascido Jesus em Bethlehem de Judea,
Eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalem,
Dizendo: Onde está aquelle que é nascido rei dos judeus?
Porque vimos sua estrella no oriente,
E viemos a adoral-o.

E, vendo elles a estrella,
Alegraram-se muito com grande alegria.
E, entrando na casa,
Acharam o menino com Maria sua mãe,
E, prostrando-se, o adoraram;
E, abrindo os seus thesouros,
Lhe ofertaram dadivas:
Oiro, incenso e myrrha.
S. Matheus, II

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010



Toda manhã na África uma gazela acorda.
Ela sabe que deverá correr mais rápido do que o mais rápido leão ou morrerá.

Toda manhã na África um leão acorda.
Ele sabe que deverá correr mais rápido do que a mais rápida gazela ou morrerá de fome.

Quando o Sol surge, não importa se você é um leão ou uma gazela.
É melhor que comece a correr.

(Anônimo italiano - 1900) 

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...