quinta-feira, 7 de agosto de 2008


Olho para você enquanto caminhamos.
Você deve olhar para frente.
Você olha para frente em direção ao fim do caminho.
Você olha para o fim incerto desse caminho na areia.

Olho para você e o mar depois de você.
O recorte do seu perfil que avança rente ao mar desfocado que avança sobre você sem alcançá-lo.

Olho para você enquanto caminhamos.

Olho para você sem alcançá-lo e amando-o.

Murilo Pagani
01/2003

Nenhum comentário:

Oya (Oiá) é a divindade dos ventos, das tempestades e do rio Níger que, em iorubá, chama-se Odò Oya. Foi a primeira mulher de Xangô e...