Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Triptych Bleu I, II, III
Antes de tudo. Bem antes do que houve depois, nos encontramos naquela exposição do Miró. Ele estava lá com amigos e não nos aproximamos. Dessa ocasião guardei o olhar plutoniano de quem caminha à beira do abismo, no limite perigoso de tudo. Entre a virtude e o vício.
Ele atravessou o salão com uma fixidez no olhar tão aguda que senti todo meu corpo doer. Um segundo depois ele era Édipo e era a Esfinge decifrando e devorando. As pessoas ao seu redor falavam sem cessar enquanto ele se ausentava para dentro do azul.
Um pouco mais tarde...
Primeiro houve aquele vernissage. Os convidados espremidos uns contra os outros e os garçons e os objetos e quadros antes do salão principal. Por instantes nos vimos em lados opostos. Ele cercado por amigos e eu encurralado por arte contemporânea. Então nos perdemos. Ainda me lembro do encontro dos nossos olhos e da fixidez do seu olhar antes de mergulhar num profundo silêncio.
Depois houve Miró. Nós três, lado a lado, nos observando …

Últimas postagens